domingo, 11 de março de 2012

Comendas Maçônicas

Toda Loja Maçônica é formada por três patrimônios: o primeiro é o Patrimônio Material que é constituído pelo Templo e os materiais simbólicos que decoram e contribuem para a realização e objetivos das sessões. O Segundo é o Patrimônio Humano que é constituído pelo Quadro de Obreiros, mais as Cunhadas, Sobrinhos e Sobrinhas – NÃO SE ENGANEM: UMA LOJA MAÇÔNICA É MANTIDA PELA FAMÍLIA MAÇÔNICA, NÃO SÓ POR IRMÃOS – o terceiro patrimônio, muitas vezes é negligenciado ou desconhecido pela maioria dos Irmãos, é o Patrimônio Histórico da Loja.

Viver é construir situações, edificar é transformar idéias em algo concreto, o tempo é a lavratura dos acontecimentos, perder tempo é simplesmente não deixar registro. O primeiro constituinte do Patrimônio Histórico de uma Loja é seu Livro de Atas (Balaustres), seguido do Livro de Assinatura e dos Livros Amarelo ou Vermelho e o Preto. Em alguns Ritos há o Oficial Historiador da Loja, e mesmo que não que do metiê do Rito, alguém deve escrever o “Diário da Loja”; afinal as Lojas patrocinam várias atividades que não resultam em Balaústres, mas são acontecimentos da Loja e dos Irmãos, portanto mãos à obra e não esqueçam de registrar os preparativos das Solenidades Públicas, os ágapes familiares, as Campanhas Fraternais, o engajamento da Lojas nas atividades cívicas.

O Amor que sentimos pela nossa Loja Maçônica começa quando os Irmãos encontram os elementos de sua existência nas realizações dos Irmãos antepassados. Toda Loja tem uma história de luta e dedicação, primeiro é preciso conhecer, depois vem a admiração que nos motiva a continuar a construir e finalmente vem o reconhecimento aos Heróis da Loja. Sim, não é ufanismo.

Toda Loja tem seus heróis! O “Irmão Herói” é aquela figura arquetípica que reúne em si os atributos necessários para superar de forma excepcional determinados problemas; o trabalho desses Irmãos transcendem sua condição humana, motivados por valores maçônicos, tais como esperança, força, determinação e amor que transformaram adversidades e deixam um grande legado de fraternidade, justiça e moral para as gerações futuras da Loja. É obrigação dos Irmãos resgatar, conservar e difundir este legado e a melhor forma de fazê-lo é a criação de uma Comenda.

Não se esqueçam que trabalhamos em uma Loja Simbólica, ou seja em uma Loja de Símbolos, e esta comenda é mais ícone que servirá aos Obreiros para lembram-los dos nossos valores. A escolha dos agraciados deve ser restrita a um número pequeno, para que realmente não se transforme em um objeto de adulação e os critérios para a escolha, somente podem ser balizados nos valores maçônicos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Impacto da Maçonaria na vida de um recém iniciado.

Refletindo como fazer um trabalho sobre o efeito da Maçonaria em minha vida após a iniciação, se fez necessário uma análise dos meus dias...