quinta-feira, 8 de março de 2012

Barão de Mauá

Barão de Mauá
Irineu Evangelista de Sousa faz parte da história brasileira com o título de Barão de Mauá que em si é uma injustiça, pois este nobre senhor era mais; foi um Visconde e não era um Visconde qualquer. Era um Visconde com Grandeza, situação que muito antes de receber os títulos nobiliárquicos já era intrínseco em seu modo de viver.

Nasceu em 1813 na Capitania de São Pedro do Rio Grande do Sul, aos 5 anos ficou órfão de Pai (que fora assassinado por ladrões) e aos 7 teve que deixar a Mãe, pois o padrasto não queria a presença dos filhos da viúva, indo então morar com um tio. Aos 9 anos muda-se para o Rio de Janeiro onde consegue emprego de caixeiro e tendo como salário apenas a comida e um lugar para dormir. Com 11 anos foi trabalhar como balconista, demonstrou tanta capacidade e honestidade que aos 15 anos assumiu a contabilidade da empresa (Guarda-livros), Aos 17 anos foi trabalhar na importadora do escocês Richard Carruthers, que foi o seu grande Mestre, aos 23 anos foi promovido a gerente e pouco tempo depois tornou-se sócio da empresa.

De maneira resumida, este ícone do empreendorismo iniciou a indústria naval brasileira, implantou a iluminação a gás da cidade do Rio de Janeiro (1851), construiu a primeira estrada de ferro, da Raiz da Serra à cidade de Petrópolis RJ (1854), trabalhou no assentamento do cabo submarino que ligava a América do Sul a Europa, isto em 1874.

Foi um poderoso banqueiro e chegou a ter mais dinheiro que o próprio orçamento do Império Brasileiro, tinha tanto status no mundo financeiro que na época foi considerado como "o único banqueiro confiável do Hemisfério Sul".

A vida lhe trouxe muitos desgostos e incompreensões, devido à crise financeira de 1864 faliu, mas antes de morrer quitou todas suas dívidas e não prejudicou ninguém.

Estou contando esta história porque acredito que nós precisamos de Heróis, símbolos maiores da honestidade, da probidade, de determinação, que seja exemplo dos valores éticos e morais que pregoamos.

Pelo dicionário, “Herói é uma figura arquetípica que reúne em si os atributos necessários para superar de forma excepcional um determinado problema de dimensão épica.” E como está o mundo hoje? Continuando a leitura aprendi que “O herói será tipicamente guiado por ideais nobres e altruístas – liberdade, fraternidade, sacrifício, coragem, justiça, moral, paz.

É preciso observar que o heroísmo caracteriza-se principalmente por ser um ato moral.” Estou resolvido: meu Herói será o IRMÃO IRINEU! Exatamente, o Visconde de Mauá foi iniciado em nossos Augustos Mistérios e por favor não pensem que por ser Maçom é que ele teve atitudes corretas.

Por ter uma vida ilibada e ética é que foi convidado pelo Irmão Richard Carruthers para fazer parte de nossa família. Ao seu padrinho o Irmão Irineu teceu o seguinte comentário: "Tudo que há de bom em mim e tudo que fui capaz de realizar provém das lições inspiradas em minha convivência com este senhor”.

Aqui temos duas lições muito importantes, a correta escolha de candidatos e a responsabilidade do Padrinho.

A vida de Irineu Evangelista de Souza impressionou até ao nosso Irmão Victor Hugo que na época teceu elogios a tão ilustre pessoa.

Há muitos detalhes da vida desse HEROI MAÇÔNICO que não foram levados ao conhecimento público.

Sabiam que durante a Revolução Farroupilha, o Irmão Irineu ajudou a escaparem de prisões no Rio de Janeiro os que eram Maçons e não Maçons que lutavam pela liberdade da região?

Ele partiu para o Oriente Eterno em 21 de outubro de 1889 aqui na Cidade Imperial. Não deixou herança material vultuosa, mas seu imenso legado moral pode ser resumido na frase que ornamenta o Brasão do Visconde Mauá: LABOR INPROBUS OMNIA VINCIT (O Trabalho Honrado Supera Todos os Obstáculos).

O título de CIDADE IMPERIAL pertence à PETRÓPOLIS, cidade serrana do Estado do Rio de Janeiro, é um lugar que une beleza e cultura harmoniosamente, estou aqui para uma atividade com os Irmãos das Lojas ARBLM Dom Pedro I, ARBLM Marquês de Pombal e de várias outras e logicamente aproveitar desse pequeno paraíso no Orbe Terrestre. No site http://picasaweb.google.com/irquirino estão algumas fotos que tirei durante minha estada, vejam que gracinha de cidade e tragam a cunhada para curtirem momentos de lazer e romantismo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Impacto da Maçonaria na vida de um recém iniciado.

Refletindo como fazer um trabalho sobre o efeito da Maçonaria em minha vida após a iniciação, se fez necessário uma análise dos meus dias...