quinta-feira, 8 de março de 2012

Balaústre


Figura 1
É muito interessante usarmos este substantivo para designar os registros escritos das atividades das Lojas, primeiro porque não há concretamente nenhuma correlação, vejamos: balaústre (figura 1) é o substantivo masculino (do italiano balaustro) que designa o pequeno pilar ou coluna (colunelo) que com outros sustenta uma travessa, faixa, ou corrimão; é, também a coluna delgada de madeira ou metal que serve para ajudar alguém a subir a um veículo, ou a dele descer. 


Figura 2

A primeira parte da descrição nos remete à balaustrada (figura 2) que é a divisória física do Oriente e do Ocidente.

Figura 4
Figura 3
Preciso abrir um parentese para esclarecer que há Ritos onde não existem a presença da balaustrada e que os registros das atividades em muitos países têm o nome de “atas”, apenas como curiosidade: Em alguns ritos todo o registro/ata/balaústre é escrito em um único livro, indiferente do grau que a Oficina esteja trabalhando. 

 Antes porém de chegarmos a uma possível explicação sobre o tema, vejamos também outros aspectos que o ligam à Maçonaria.

Aparece na Coluna Jônica (Coluna da Sabedoria) na parte lateral da voluta do capitel (figura 3) e uma voluta parece um pergaminho (figura 4). 

Agora farei um exercício de puro romantismo: O que realmente sustenta uma Loja ? São seus Obreiros e a história dela! É importante registrarmos cada momento vivido, se tivermos um presente produtivo, o futuro será brilhante e quando os historiadores buscarem nosso passado, encontrarão nossa nossa força e poder. 

Os registros escritos fortalecem nossos laços e muitas das vezes são eles que encaminham nossos trabalhos.

Com o passar das gerações pode a Loja esquecer o motivo pela qual foi fundada e ao rever os balaústres, girar o timão e colocar novamente a nau no rumo certo. Nenhuma Loja é um “clube de amigos”, toda ela tem um propósito maior, seja o estudo, seja a filantropia ou mesmo a politica. É hora de lermos e escrevermos nossos registros com os olhos voltados para a liberdade, a igualdade e a fraternidade, dessa forma lavraremos fortes, bonitos e sábios balaústres. PS: Baláustia é a flor da romãzeira (figura 5). 

Figura 5

Lembrem-se que todos nós, independente do Grau ou do Cargo, somos responsáveis pela qualidade das Sessões Maçônicas. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Impacto da Maçonaria na vida de um recém iniciado.

Refletindo como fazer um trabalho sobre o efeito da Maçonaria em minha vida após a iniciação, se fez necessário uma análise dos meus dias...